Sarney reafirma não ter responsabilidade sobre Fundação

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), repetiu esta tarde, no plenário da Casa, que não tem nenhuma responsabilidade administrativa sobre a Fundação José Sarney. A mesma afirmação foi feita pela manhã, por meio de uma nota à imprensa, divulgada pela Secretaria de Imprensa do Senado.

Agência Estado |

Sarney disse que tinha conhecimento de que a Fundação recebeu recursos da Petrobras por meio da Lei Rouanet. "De acordo com a lei, essa prestação de contas já foi encaminhada ao ministério da Cultura e cabe ao Tribunal de Contas da União a apuração de qualquer irregularidade", disse. O presidente do Senado ficou no plenário por apenas 22 minutos.

Ele fez a observação em resposta ao discurso do senador Alvaro Dias (PSDB-PR), que cobrou explicações de Sarney e relacionou a revelação de irregularidades na aplicação do dinheiro pela Fundação à CPI da Petrobras, que deve ser instalada na próxima semana. "A denúncia diz respeito ao repasse de recursos da Petrobras. É possível que o fato chegue à CPI", disse Dias.

Reportagem publicada hoje no jornal O Estado de S.Paulo revela que a Fundação José Sarney recebeu R$ 1,3 milhão de recursos da Petrobras para projeto de incentivo à cultura. Parte do dinheiro foi parar em empresas da família Sarney e empresas com endereços fictícios em São Luís (MA).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG