Sarney promete conclusão de reforma administrativa do Senado para novembro

BRASÍLIA - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmou que a proposta de reforma administrativa da Casa deve ser concluída até o final de novembro.

Camila Campanerut, iG Brasília |


Posso dizer que o atual modelo de administração será abandonado por completo e, em seu lugar, surgirá a pirâmide de uma nova estrutura organizacional, prometeu. 

Agência Senado
Sarney, presidindo sessão do plenário nesta quinta-feira
Sarney contou que o estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) foi aberto à consulta pública, quando recebeu 450 sugestões, depois foi reescrito e revisto pelo Conselho Administrativo da Casa.

Após o prazo de 15 dias de análise dos senadores do novo texto da proposta, as sugestões dos parlamentares serão consolidadas pela Primeira Secretaria e, no prazo de dez dias, serão novamente analisados por representantes da FGV e do Conselho e o documento final será, então, levado à votação em plenário.

"A proposta entregue hoje, para análise inicial dos senadores prevê a redução de 602 cargos de chefia de unidades administrativas para 361. O número de diretorias e de cargos com status de diretor cai de 180 para 7, disse.  

O senador lembra que extinguiu também 508 cargos, que estavam vagos e que o orçamento de 2009 fechou superavitário em R$ 110 milhões.

(com informações da Agência Brasil)

Leia mais sobre: Senado

    Leia tudo sobre: sarneysenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG