Sarney prepara discurso para dizer que fica e que vai promover reforma no Senado

BRASÍLIA - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), passou a manhã preparando um discurso para ser lido no plenário da Casa nesta tarde. O texto vai destacar as intenções do peemedebista de se manter à frente da instituição e de sua vontade de promover reformas administrativas no Senado.

Severino Motta, repórter em Brasília |

Agência Brasil
Sarney chega ao Senado nesta segunda
Apelidado de discurso do fico por aliados, o material ainda deve trazer bastidores da evolução da crise e deixar Sarney como um dos soldados peemedebistas na guerra que vai se travar no Senado e no Conselho de Ética da Casa nos próximos dias.

Com o discurso, a expectativa dos aliados é que a crise em torno de Sarney seja polarizada entre PMDB e PSDB, que tem o líder Arthur Virgílio (AM) como principal voz contra o presidente da Casa.

O grupo de Sarney ainda acredita que o DEM, que desistiu de ingressar com uma representação no Conselho de Ética contra Sarney, não irá a plenário e nem usará os microfones de forma vigorosa como vem fazendo Virgílio.

A expectativa se dá devido às fragilidades do DEM, que por muitos anos ocupou a primeira-secretaria da Casa, órgão responsável por contratos e licitações.

Leia também


Leia mais sobre crise no Senado

    Leia tudo sobre: brasiliasarneysenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG