A Secretaria de Imprensa do Senado afirmou hoje, em nota, que o presidente da Casa, senador José Sarney (PMDB-AP), não participa da administração da Fundação José Sarney. O senador José Sarney é presidente de honra da Fundação que leva seu nome, tendo sido seu fundador.

Não participa de sua administração nem tem responsabilidade sobre ela", afirmou o comunicado.

Hoje, o jornal O Estado de S. Paulo publicou que a fundação recebeu R$ 1,3 milhão da Petrobras a título de patrocínio para projeto cultural. De acordo com a denúncia, do total recebido pela entidade, pelo menos R$ 500 mil foram desviados para contas de empresas com endereços fictícios e em uma conta paralela que não tem ligação com o projeto. A nota acrescenta que os esclarecimentos das acusações deverão ser prestadas pelos administradores "legalmente constituídos".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.