Sarney diz que Senado pode divulgar notas da verba indenizatória

BRASÍLIA - O Senado pode seguir a decisão da Câmara de divulgar detalhes sobre a utilização da verba indenizatória dos senadores, segundo anunciou nesta quinta-feira o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP).

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Em reunião da Mesa Diretora, os deputados decidiram, esta semana, divulgar as notas fiscais que comprovem a utilização da verba indenizatória de R$ 15 mil que pode ser usada pelos parlamentares.

Questionado nesta quinta, na sua primeira entrevista coletiva como presidente do Senado, Sarney disse que, apesar do assunto ainda não ter entrado na pauta da Casa, o modelo pode ser copiado.

Vamos examinar este assunto. Não chegou a nossa pauta, mas podemos chegar a essa decisão, avaliou o presidente. 

Comissões

Expirou quarta-feira vigência dos mandados de presidentes e vices das comissões temáticas do Senado. Segundo José Sarney, porém, nada impede que os colegiados funcionem, uma vez que os membros das comissões não têm tempo limite para atuar, e ainda o parlamentar mais velho pode ser conduzido temporariamente à presidência.

A escolha dos novos presidentes das comissões permanentes está sob impasse do PRB e do PSDB, que brigam pela Comissão de Relações Exteriores (CRE).

Líderes do PT, DEM e PSDB defendem que o Senado use o princípio da proporcionalidade para escolher os novos presidentes. Assim, as maiores bancadas teriam prioridade nas indicações. Neste caso, o PSDB entregaria a CRE para o senador Eduardo Azeredo (MG).

O PRB briga, em contrapartida, para emplacar o ex-presidente Fernando Collor (AL) na presidência da CRE ¿ promessa de campanha do presidente José Sarney.

Por ora, DEM quer a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania para o senador Demóstenes Torres (GO), o PMDB quer a Comissão de Assuntos Econômicos sob a tutela de Garibaldi Alves (RN), e o PT deseja a Comissão de Infra-estrutura.

Leia também:

Leia mais sobre: José Sarney  - Senado

    Leia tudo sobre: sarney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG