Sarney diz que mandou abrir processo adminstrativo contra Agaciel e Zoghbi

Brasília - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) disse hoje (5) que determinou a abertura de processo administrativo contra o ex-diretor-geral da Casa Agaciel Maia e o ex-diretor da Secretaria de Recursos Humanos João Carlos Zoghbi.

Agência Brasil |

Uma comissão de sindicância foi criada para investigar irregularidades no Senado, entre elas atos administrativos que não foram publicados, conhecidos como atos secretos. Segundo reportagem publicada no jornal Folha de S.Paulo em junho, Agaciel e Zoghbi davam ordens para que determinados atos administrativos fossem mantidos em segredo.

O presidente do Senado falou sobre a abertura de processo contra os ex-diretores após encontro com o arcebispo emérito de Brasília, dom José Freire Falcão, na residência do cardeal.

Neste momento, Sarney está em casa e recebe o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL). O senador Gim Argello (PTB-DF), o ex-ministro da Casa Civil Ronaldo Costa Couto e o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, também visitaram o presidente do Senado.

O espírito de Sarney está tranquilo e aliviado, disse Lobão, ao deixar a residência. Já Ronaldo Costa Couto afirmou que não está mais envolvido com política e que foi apenas encontrar um velho amigo.

    Leia tudo sobre: sarney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG