Sarney desiste de disputar presidência do Senado

A candidatura do senador Tião Viana (PT-AC) à presidência do Senado ganhou fôlego com a desistência de seu mais forte opositor. O senador José Sarney (PMDB-AP) comunicou ao presidente nacional do PMDB, deputado Michel Temer (SP), ao líder do governo na Casa, Romero Jucá (PMDB-RR), e ao principal articulador de sua candidatura, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que está fora da corrida.

Agência Estado |

Sarney era apontado como a única alternativa do PMDB que dava segurança ao Planalto. Apesar da desistência, a sigla movimenta-se para deixar claro que, mesmo com Sarney fora do páreo, não abre mão do direito de indicar o presidente.

O recuo de Sarney foi oficializado na noite segunda-feira, na casa de sua filha e senadora Roseana (PMDB-MA). Convidado, Temer perguntou logo se ele seria candidato. “Não serei candidato de jeito nenhum”, disse Sarney. A firmeza da negativa é a mesma. A diferença, agora, é uma questão pessoal. Sarney abateu-se com o resultado de um check-up feito por Roseana, que revelou um aneurisma cerebral. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG