O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmou hoje que o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), é o principal nome do partido para se candidatar a vice-presidente na chapa que deve ser encabeçada pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT). Sarney negou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva interferirá na escolha do vice.

Na semana passada, Lula sugeriu que o PMDB faça uma lista com os nomes de três candidatos à vaga de vice de Dilma.

"O presidente Lula não teve intenção nenhuma de interferir dentro do PMDB, até mesmo porque ele sabe que o PMDB é um partido que tem sua própria norma e maneira de ser e sabe que nós vamos escolher o nosso candidato a vice-presidente dentro do partido, dentro do acordo que estamos construindo com o PT", afirmou Sarney.

"E dentro do partido, evidentemente, o nome que nós temos e que é o nosso grande nome é o do presidente do partido (Michel Temer). Todos nós vamos daqui pela frente fazer com que essa aliança seja feita em torno de dele", disse o presidente do Senado após participar de solenidade no Supremo Tribunal Federal (STF) em que foi feito um balanço do 2º Pacto Republicano.

Leia mais sobre Eleições 2010

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.