Tamanho do texto

BRASÍLIA - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), anulou hoje todos os 663 atos administrativos que não haviam sido publicados em boletins administrativo de pessoal. O ato assinado também determina à Diretoria-Geral que, no prazo improrrogável de 30 dias, apresente à comissão diretora relatório circunstanciado contendo as providências adotadas com objetivo de cumprir com fidelidade a determinação.

Assim, as pessoas que foram contratadas por meio desses atos estão automaticamente desligadas do quadro administrativo do Senado. Além disso, a medida exige o ressarcimento integral aos cofres públicos de recursos que eventualmente tenham sido pagos de forma indevida.

O Ato nº 294 ainda será publicado no boletim administrativo da Casa.

(Agência Brasil)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.