Sarney adota estilo discreto para comemorar 80 anos

Desde a crise dos atos secretos, da qual foi pivô no ano passado, o senador José Sarney (PMDB-AP) tem negado entrevistas à imprensa, num esforço para evitar que as denúncias contra ele e familiares sejam ressuscitadas pela mídia. Amanhã, o presidente do Senado Federal lançará mão da mesma estratégia na comemoração dos 80 anos.

Agência Estado |

O parlamentar foi demovido por aliados e familiares da ideia de promover uma grande comemoração, que poderia se transformar em palco de críticas ao senador.

Acatando as recomendações, Sarney viaja na noite de hoje a São Luis (MA), onde amanhã irá comemorar o aniversário de maneira discreta. A festa que será promovida na casa da família Sarney, na capital maranhense, será fechada à imprensa e contará com a presença de políticos locais, amigos e familiares do ex-presidente da República. Seria realizada uma missa em homenagem ao parlamentar na Capela de Santo Antonio, no centro de São Luis. A pedido de familiares, o evento foi cancelado. Além da missa, de acordo com lideranças do PMDB, foram embargados por aliados do senador uma festa em Brasília proposta por funcionários do Senado Federal e um evento em São Luis que seria realizado pelo PMDB-MA.

Outro motivo para a discrição é familiar. No dia 14, morreu Roberto de Pádua Macieira, afilhado político de Sarney, ex-prefeito de São Luis e irmão mais novo de Marly Sarney, esposa do senador. Macieira morreu em consequência de um aneurisma na aorta e foi sepultado no dia 15 de abril, em São Luis.

Homenagens

Contrariando os esforços de familiares e aliados em reduzir o destaque do aniversário, o senador Gilvam Borges (PMDB-AP), voltando ontem de quatro de meses de licença médica, foi ao plenário da Casa para prestar uma homenagem a Sarney. O peemedebista discorreu sobre a trajetória política do senador e citou trechos de livros de autoria de Sarney, membro da Academia Brasileiro de Letras (ABL).

Outro evento que deve ampliar as homenagens ao senador é a transmissão amanhã, pela TV Senado, às 20h, do documentário "José Sarney - um nome na história", dirigido por Fernando Barbosa Lima, com roteiro de José Augusto Ribeiro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG