Sarkozy vai cobrar de Lula meta de emissões

Em sua primeira visita oficial ao Brasil, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, vai cobrar do governo brasileiro a criação de metas de redução de emissões de gases causadores do efeito estufa. Dez dias depois da 14ª Conferência do Clima (COP) das Nações Unidas, durante a qual aprovou seu próprio programa ambiental - chamado Pacote Energia-Clima -, a União Européia defenderá no Rio a adoção de objetivos numéricos também por países emergentes, visando a um acordo em Copenhague, em 2009.

Agência Estado |

A revelação foi feita pelo conselheiro diplomático do Palácio do Eliseu, Jean-David Lévite, às vésperas da viagem de Sarkozy ao Brasil para participar das cúpulas Brasil-União Européia e Brasil-França.

A agenda oficial de Sarkozy no País começa na segunda-feira, às 12 horas. Na 2ª Cúpula Brasil-UE, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva receberá Sarkozy e ministros como Bernard Kouchner, das Relações Exteriores, e Hervé Morin, da Defesa, além do presidente da Comissão Européia, o português José Manuel Durão Barroso.

Às 16 horas, será realizada entrevista coletiva com a presença dos chefes de Estado. Às 18h30, Sarkozy e a primeira-dama, Carla Bruni, terão encontro com a comunidade francesa no Museu de Arte Moderna, onde será lançado o Ano da França no Brasil. Na terça-feira haverá a principal reunião bilateral entre os presidentes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG