São Paulo terá quatro urnas auditadas durante 2º turno

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sorteou ontem, na presença do Ministério Público Eleitoral e de partidos políticos, as urnas eletrônicas de São Paulo que serão auditadas através da votação paralela, simulação da votação que utiliza urnas oficiais alimentadas com lista de candidatos e de eleitores. Três são do interior do Estado e uma da capital paulista.

Agência Estado |

Na capital paulista, a urna sorteada pertence à 390ª Zona Eleitoral - Cangaíba (seção 039). No interior, os municípios que terão suas urnas auditadas são: Bauru (300ª Z.E. - seção 156), Santo André (306ª Z.E. - seção 045) e Mauá (339ª Z.E. - seção 096), segundo informações do TSE.

Durante a votação paralela de hoje, essas urnas receberão votos já preenchidos por alunos e funcionários do colégio Santa Catarina de Sena, na zona sul da cidade. Esses votos, feitos em cédulas de papel, foram lacrados em quatro urnas de lona. Às 17 horas, a votação é encerrada e os votos serão apurados. O resultado verificado na contagem das cédulas deverá coincidir com a totalização dos resultados das urnas eletrônicas, a fim de comprovar que não há adulteração nos programas da Justiça Eleitoral.

As urnas da capital, de Santo André e de Mauá serão trazidas para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de carro. A urna de Bauru chegará de avião, sempre na presença de um servidor do TRE e de um representante do Partido Verde (PV), conforme sorteio estabelecido entre partidos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG