São Paulo segue com quatro pontos de alagamento após temporal

SÃO PAULO - A chuva que atingiu toda a capital paulista na tarde desta segunda-feira deixou todas as regiões em estado de atenção desde o início da tarde até 18h55, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). No momento, ainda há quatro pontos de alagamento na cidade. O número chegou a 40. O Aeroporto de Congonhas esteve fechado para pousos e decolagens entre 15h30 e 16h55.

Redação |

Dos 4 pontos de alagamento, todos estão transitáveis. A cidade registra, às 20h50, 77 km de congestionamento, sendo a região mais afetada a zona sul, com 42 km de lentidão.

Um grande alagamento interditava totalmente a pista local da Marginal Pinheiros, sentido Rodovia Castelo Branco, na Rua Engenheiro Mesquita Sampaio. Próximo ao Shopping Morumbi, um ônibus com cerca de 15 pessoas tinha água na altura da janela, segundo a TV Globonews.

Motoristas e passageiros estão ilhados dentro de seus carros em vários pontos, principalmente na região de Santana, na zona norte, na zona sul e perto do Córrego Pirajuçara.


Carro é invadido pela água na zona sul / foto: AE

Falta de energia

A forte chuva que atingiu São Paulo provocou a interrupção no fornecimento de energia elétrica em alguns trechos dos bairros de Pinheiros, Butantã, Lapa, Santo Amaro, Ibirapuera, Itaim Bibi, Ipiranga, Vila Guilherme, Santana e Vila Maria. De acordo com assessoria de imprensa da Eletropaulo, os pontos de alagamento e o trânsito intenso na cidade dificultam o deslocamento das equipes de emergência para o atendimento das ocorrências.

A expectativa é que até 22h00 cerca de 90% destas ocorrências tenham o fornecimento restabelecido. Também há registros de ocorrências em pontos isolados nos municípios de São Bernardo do Campo, Mauá, Taboão da Serra e Itapecerica da Serra.

Verão deve ser chuvoso em todo País

Leia também:

Leia mais sobre: chuvas

    Leia tudo sobre: chuvachuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG