As zonas leste e norte da cidade de São Paulo e a Marginal Tietê saíram do estado de atenção por conta da chuva nesta sexta-feira. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, áreas de instabilidade geradas pelo calor provocaram pancadas de chuva em vários pontos da capital paulista.

Os paulistanos enfrentam um dia difícil no trânsito desde a madrugada, quando uma cratera se abriu na Marginal Tietê. À tarde, professores em greve fecharam a av. Paulista para protestar. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 19h00, a capital paulista registrava 209 quilômetros de lentidão, novo recorde de congestionamento do ano. Às 20h30, o congestionamento era de 119 quilômetros

Outro fator que complicou ainda mais o trânsito na cidade é o fato de que 12 caminhões quebraram em vias de tráfego intenso, como avenida Maria Maluf, Marginal do Tietê, Marginal do Pinheiros e avenida dos Bandeirantes.

Estradas

A Rodovia Presidente Dutra tem morosidade de 22 quilômetros, nos dois sentidos. No sentido interior, há lentidão do km 231 ao 226, do km 224 ao 217 e do km 215 ao 210. No sentido Capital, os trechos lentos vão do km 217 ao 221 e do km 230 ao 231.

A Rodovia Castello Branco tem trânsito carregado na chegada e saída da Capital. No sentido interior, a morosidade vai do km 22 ao 24. No sentido capital, há lentidão do km 15 ao 13.

Leia mais sobre: chuva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.