Pacientes que aguardam na lista de espera das centrais de transplantes de outros estados do Brasil já estão sendo beneficiados por córneas captadas em hospitais de São Paulo. A medida foi possível graças ao fim da fila para transplante deste tecido ocular no Estado.

Desde a semana passada, 54 córneas já foram encaminhadas a outros estados. Desse total, 30 foram para o Rio Grande do Norte, 11 para o Maranhão, sete para o Acre e seis para o Pará. O Ministério da Saúde, por intermédio do Sistema Nacional de Transplantes, irá informar a Secretaria para quais estados as córneas excedentes, não usadas para transplantes em São Paulo, deverão ser encaminhadas.

Antes mesmo do início do envio das córneas a outros estados, São Paulo já atendia pacientes de outras unidades da federação que eram inscritos na Central de Transplantes paulista. Dos 5.686 transplantes do tecido realizados em São Paulo em 2009, 24,7% eram de residentes de outros estados. Só o Rio de Janeiro respondeu por 10,5% das cirurgias. Há seis anos, a fila paulista tinha cerca de 5.000 pacientes aguardando por uma córnea.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.