desafogar o trânsito na capital - Brasil - iG" /

São Paulo inaugura obras para desafogar o trânsito na capital

Uma série de inaugurações no setor de transportes deve melhorar o trânsito na cidade de São Paulo a partir desta semana. Após a liberação de novos trechos na Marginal Tietê neste fim de semana, o trânsito na capital paulista deve se beneficiar da inauguração do trecho sul do Rodoanel. Para as próximas semanas, ainda está prevista a abertura de duas estações da nova linha Amarela do do Metrô.

iG São Paulo |

Com a liberação do trânsito na nova pista da Marginal Tietê no fim de semana, a via mais importante da capital paulista, com fluxo diário de 350 mil automóveis, 70 mil caminhões e 45 mil motocicletas, tem agora três pistas com onze faixas de rolamento ao todo.

Apesar disso, o primeiro dia útil com novas faixas foi um pouco complicado para os motoristas. Alguns trechos ainda não foram entregues e outros não são usados pelo desconhecimento dos motoristas e pela sinalização precária.

AE
Três pistas e muito trânsito no primeiro dia útil da nova pista da Marginal Tietê
Para melhorar a adaptação dos motoristas à nova pista, a Secretaria de Transportes Metropolitanos (SMT) divulgou novas medidas para o tráfego na região e melhorar qualidade de espaço para o transporte coletivo.

Ônibus - Com o aumento no número de faixas, a SMT estabeleceu que a faixa mais à direita da Marginal Tietê, em toda a sua extensão e em ambos os sentidos, será destinada preferencialmente aos ônibus. Desse modo, ela só deverá ser utilizada pelos demais veículos no momento em que entram na Marginal Tietê ou que dela saem.

Motocicletas - Outra medida, que já havia sido anunciada na última semana, trata da circulação de motocicletas. Por ser a principal avenida da cidade, a Marginal Tietê também é a via que registra o maior número de acidentes e de mortes no trânsito. No ano passado, os acidentes na Marginal Tietê deixaram 50 vítimas fatais.

E segundo a SMT, apesar de serem apenas 13% do total de veículos que circulam na Marginal, as motocicletas estão envolvidas em mais da metade dos acidentes fatais. Por isso, com a nova pista, a secretaria restringiu a circulação das motos às pistas central e local, não podendo circular mais na pista expressa. Ao trafegar apenas nas vias local e central, as motos terão velocidade máxima permitida de 70 km/h. 

Veículos pesados -  Os veículos pesados também só poderão circular em velocidade máxima permitida de até 70 km/h, mesmo se estiver na pista expressa, onde a velicidade máxima é de 90 km/h.

Rodoanel

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), inaugura nesta terça-feira o Trecho Sul do Rodoanel, mas a abertura para o tráfego está prevista somente para 24 horas depois, na quarta-feira. A cerimônia está marcada para o fim da manhã, ao lado do monumento erguido para a nova estrada próximo da Ilha de Bororé, no Grajaú, zona sul da capital paulista.

A construção do trecho Sul, com 61,4 km de extensão, inicia no trevo da rodovia Régis Bittencourt ¿ no entroncamento com o trecho Oeste ¿ interligando as rodovias Anchieta e Imigrantes, além do prolongamento da avenida Papa João XXIII. Com a conclusão do trecho Sul, mais o trecho Oeste, estima-se uma redução de cerca de 43% no movimento de caminhões na Marginal do Rio Pinheiros e de 37% na avenida dos Bandeirantes.

As pistas entrarão em operação sem a cobrança de pedágio. Licitação para escolher a empresa que vai cobrar a tarifa ainda está sendo preparada. O vencedor terá de construir o Trecho Leste, cujo estudo ambiental foi aprovado pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) na semana passada.

Haverá praça de pedágio na interligação com o Trecho Oeste, na saída da Rodovia Régis Bittencourt, nas quatro saídas para a Anchieta e a Imigrantes e no fim da alça sul.

Novas estações do Metrô

Cinco anos e meio depois de iniciada a construção, as duas primeiras estações da Linha 4-Amarela a entrar em operação - Faria Lima e Paulista - devem abrir suas portas aos usuários até o fim de semana. Serão cerca de 3,6 quilômetros de linhas que podem ajudar a desafogar o trânsito de uma das avenidas mais complicadas da capital: a Rebouças.

A previsão inicial era abrir as portas das estações em janeiro, mas a data exata depende ainda de protocolos de segurança a serem cumpridos. A Companhia do Metrô prevê que 43 mil usuários utilizem diariamente a Estação Faria Lima e 157 mil, a Paulista.

A linha terá ainda neste primeiro semestre a abertura das Estações Luz e República. A Pinheiros, palco da maior tragédia do metrô paulistano, cujo desabamento das obras em 2007 matou sete pessoas, deve abrir suas portas no terceiro trimestre.

Com o início da operação comercial entre Faria Lima e Paulista, os trens passarão sem parar pelas Estações Pinheiros, Fradique Coutinho e Oscar Freire, que estarão em fase de conclusão de obras.

Radares "dedos-duros"

Outra novidade que já começou a ser implementada é a instalação de 41 novos radares inteligentes em pontos de 28 estradas do Estado de São Paulo. Esses aparelhos serão capazes de identificar se o veículo está com o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e o licenciamento em dia, além de averiguar se ele é roubado ou se foi utilizado em algum crime.

Os novos radares (apelidados de "dedos-duros") custaram R$ 6,5 milhões aos cofres do Estado de São Paulo. Os aparelhos estão em fase final de testes no IPT (Instituto de Pesquisa Tecnológica) e a previsão é a de que estejam em funcionamento no feriado da Semana Santa - sexta-feira da próxima semana.

As informações captadas pelos radares serão transmitidas imediatamente e cruzadas com dados arquivados por diversos órgãos estaduais. As informações serão transmitidas pelos consórcios operadores dos radares diretamente para o DER (Departamento de Estradas e Rodagens). Em caso de alguma irregularidade ser detectada, policiais rodoviários próximos ao local onde o veículo trafega serão avisados. O não pagamento do IPVA pode acarretar multa e apreensão do veículo.

Atualmente, existem 114 radares com sistema (Leitura Automática de Placas) na capital São Paulo. Eles detectam, entre outras coisas, quem burla as regras do rodízio municipal.

* com informações da Agência Estado

Leia mais sobre: trânsito

    Leia tudo sobre: transito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG