São Paulo ganha exposição que muda todos os dias

Começou hoje a exposição mais coletiva de todas em exibição na cidade de São Paulo. A mostra Em Obras vai ocupar a passagem subterrânea da Rua da Consolação com a Avenida Paulista, entre os dias 2 de março e 30 de abril.

Agência Estado |

O que está em exposição? Uma obra produzida por 30 artistas, mas que ainda não está pronta.

A ideia do coletivo é transformar o corredor da galeria em uma grande tela, onde, a cada dia, um artista fará um desenho diferente na parede, que se soma ao anterior. Ao final do mês, a obra estará completa. "Essa é uma exposição coletiva mesmo. Um grande painel feito por 60 mãos", disse Juliana Kase, uma das artistas plásticas que integram o time.

Só que não acaba aí. No 31º dia, os artistas começam um novo revezamento para apagar as imagens. Isso mesmo: apagar tudo que acabou de ser feito. "Mas eu prefiro dizer que é desenhar com borracha", contou Juliana. Segundo ela, esse vai-e-vem de desenhos serve para dar um movimento gradual ao painel e atrair a atenção das pessoas, que estão só de passagem pelo corredor. "Aqui é diferente de um museu ou de galeria de arte. As pessoas não param para olhar o quadro. Se a imagem fosse uma só, estática, ela ficaria invisível."

Os desenhos da exposição "Em Obras" não seguem um tema comum. Cada artista vai imprimir a sua marca, uns com desenhos mais figurativos, outros mais abstratos. A única coisa em comum é a técnica do grafite a lápis, escolhida por ser a mais simples e primordial das artes plásticas. Com isso, o coletivo pretende aproximar o trabalho do grupo de 30 artistas, onde há desde grafiteiros até escultores.

Hélio e a goteira

Hélio Bartsch foi o primeiro artista a inaugurar a parede. Diante do muro branco, escolheu um pedaço manchado por um vazamento que deixava escorrer gotas negras vindas de algum lugar entre o asfalto da Consolação e o teto da galeria. "Eu gostei dessa goteira assim que vi", contou, enquanto mostrava as imagens desenhadas ao redor da mancha.

Os primeiros desenhos da exposição apresentavam pequenos hambúrgueres, carros e camisetas caindo sobre baldes, como as manchas das gotas. "O desenho tem a ver com o excesso de consumo e o esquecimento das coisas boas feitas em casa, com o carinho da vovó", disse.

Quem passava por ali e olhava a cena tinha reações variadas. A maioria ficava curiosa com o artista desenhando na parede branquinha. Outros torciam o nariz ao ler o nome da exposição "Em Obras". "O legal da arte é isso. Eu entendo uma coisa, e você, outra", afirmou Juliana. "Mas esperamos mesmo é que a mostra seja bem perceptível aqui".

A mostra e as imagens que mudam a cada dia podem ser acompanhadas pelo site www.em-obras.com.

Em Obras
Data: de 2 de março a 30 de abril
Horário: das 7 às 22 horas, de segunda a sexta-feira. Sábados, domingos e feriados, das 10 às 22 horas.
Local: Passagem Literária da Consolação - Rua da Consolação com a Avenida Paulista
Preço: Grátis

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG