São Paulo fará obras em dez pontos críticos de lentidão

A Prefeitura de São Paulo definiu 10 dos 15 pontos de congestionamento considerados críticos que receberão intervenções até o fim de 2012, de acordo com o plano de metas da administração. No entanto, para especialistas, as medidas são pontuais e vão só transferir a lentidão para outros trechos.

Agência Estado |

Entre os pontos escolhidos, três têm obras definidas: o cruzamento da avenida Domingos de Morais com a rua Sena Madureira, o encontro das avenidas 9 de Julho e São Gabriel, ambos na zona sul, e o entorno da Praça João Mendes, no centro.

A maioria das propostas da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) para melhorar a fluidez do trânsito é de adequações no alinhamento viário (mudanças no traçado das vias), alterações na circulação de ônibus e sinalização. Até agora, só a João Mendes está em obras. A CET afirma que as propostas não incluem grandes obras, como viadutos ou passagens subterrâneas, e classifica as intervenções como "soluções de engenharia de tráfego relativamente pequenas".

"As propostas não passam de maquiagem. Se você diminui o congestionamento em um cruzamento, os veículos chegam mais rápido em outro. Os gargalos vão sendo empurrados", diz o consultor de Engenharia Urbana Luiz Célio Bottura. "São obras que jogam o trânsito de um lado para outro e não resolvem", afirma Sérgio Ejzenberg, engenheiro consultor de tráfego e mestre em Transportes pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP).

Segundo a CET, a definição dos pontos que precisam de intervenção levou em consideração condições de segurança, acessibilidade, sinalização, capacidade do sistema viário e demanda de pedestres e veículos.

A CET afirma que, dos sete pontos sem definição de obras, seis estão em fase de observação em campo (Avenida Morumbi com Rua Oscar Americano; esquina das avenidas Rebouças e Doutor Arnaldo; Radial Leste com rua Silva Jardim; Radial Leste com Viaduto Vila Matilde; Praça Ministro Pedro Chaves; e encontro das ruas Pirajuçara, Reação e Alvarenga). Por isso, não foi definido um prazo específico para cada obra.

O estudo de intervenção na Praça Campo de Bagatelle, na zona norte, está suspenso temporariamente. A CET está aguardando avaliação do tráfego no local após conclusão das obras na Marginal do Tietê. A definição de outros cinco pontos ainda não foi concluída. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Leia mais sobre: trânsito

    Leia tudo sobre: transito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG