São Paulo entra em estado de atenção por causa das chuvas

SÃO PAULO - Depois da trégua de um dia, a capital paulista volta a entrar em estado de atenção devido às chuvas. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências de São Paulo (CGE), às 16h25, as zonas Sul, Sudeste, Leste, Norte e Centro entraram em estado de atenção, mas ainda não foram registrados pontos de alagamento. Às 17h, as regiões Oeste e a Marginal Pinheiros também entraram em estado de atenção.

iG São Paulo |

O CGE informou também que houve o registro de queda de granizo às 15h50 na Marginal Tietê com a ponte do Aricanduva. O aeroporto de Guarulhos registrou rajada de vento de 32,3km/h às 14h00.

Com a chuva que atinge São Paulo nesta tarde de domingo, a capital paulista deve bater o recorde do mês de janeiro mais chuvoso já registrado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Para a marca ser atingida faltava apenas mais 1 milímetro de chuvas.

Desde o dia 1º de janeiro deste ano, choveu na cidade de São Paulo 480,5 milímetros, 0,9 milimetro a menos que em 1947. As medições começaram a ser realizadas em 1943 pelo Inmet e o mês que registrou o maior índide da história foi em março de 2006, quando a capital paulista teve 607,9 milímetros de chuva.

Somente na capital, 12 pessoas morreram em decorrência de deslizamentos e alagamentos. Em todo o Estado, desde o dia 1º de dezembro, 68 pessoas morreram, 52 ficaram feridas, 3 permanecem desaparecidas. Duas cidades (Cunha e São Luiz do Paraitinga) entraram em estado de calamidade pública.

Leia mais sobre : chuvas

    Leia tudo sobre: cgechuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG