São Paulo deve receber 23 novas unidades de pronto-atendimento

SÃO PAULO - O Estado de São Paulo vai receber 23 novas unidades de pronto-atendimento (UPAs) até o fim do ano. Segundo o Ministério da Saúde, o investimento para a construção e compra de equipamentos será de R$ 41,2 milhões. A autorização do ministério para a construção das novas UPAs já foi publicada no Diário Oficial da União.

Agência Brasil |

A determinação abrange 3,8 milhões de pessoas das cidades de Valinhos, São Bernardo do Campo, Catanduva, Taquaritinga, Suzano, Tupã, Mauá, Votuporanga, São Carlos, Garça, Olímpia, Jaboticabal, Ribeirão Preto, Matão, Cubatão, Batatais e Araraquara.

As UPAs prestam assistência emergencial de baixa e média complexidade durante 24 horas. Os pacientes avaliados nas unidades podem ser liberados, permanecer em observação por até um dia ou ser removidos para um hospital.

De acordo com a Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, o objetivo é reduzir as filas de espera nos hospitais e oferecer um atendimento qualificado.

Leia mais sobre: UPA

    Leia tudo sobre: upa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG