SÃO PAULO - Treze Estados se saíram melhor do que São Paulo no cumprimento de metas para aumentar a qualidade do ensino no País, estipuladas pelo movimento Todos pela Educação. O grupo, que reúne empresários, organizações sociais e gestores públicos, lançou um compromisso pela melhora da educação em 2006 e traçou objetivos até 2022.

Seu primeiro relatório foi divulgado nesta quinta-feira e mostra que mais de 70% das crianças de 4ª e 8ª séries não aprenderam o que deveriam em português e matemática.

A meta para o País em 2022 é justamente o inverso: mais de 70% deverão ter aprendido o essencial para sua série. Será preciso acelerar o ritmo de melhoria da qualidade, diz Mozart Ramos Neves, presidente-executivo do movimento. Os resultados de agora se referem às metas intermediárias, determinadas para 2007. Todos os Estados deveriam atingir uma porcentagem de alunos no nível considerado adequado à 4ª e à 8ª série, em português e em matemática, nas avaliações oficiais do Ministério da Educação (Prova Brasil e Saeb). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

Leia mais sobre: educação

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.