São Luiz do Paraitinga-SP terá 2ª Semana da Canção

São Luiz do Paraitinga, no Vale do Paraíba, é uma estância turística habituada a grandes festas - como a do Divino, o carnaval e o festival de marchinhas - e a produzir boa música o ano todo. Desde 2007 a cidade natal do compositor Elpídio dos Santos (1909-1970), que habitualmente respira música, intensificou-se com outro atrativo que tem potencial para se destacar no calendário cultural.

Agência Estado |

Trata-se da Semana da Canção Brasileira, que mostrou bons resultados no ano passado, atraindo público da região e da capital paulista, e volta ampliada, reunindo grandes nomes que criam e pensam a canção do Brasil.

Menos centrado na produção paulista e com shows de artistas mais populares - como Zeca Baleiro, Tom Zé, Lenine e Moraes Moreira -, a segunda edição do evento, que começa na segunda-feira e vai até dia 21, terá mais de 50 atrações, entre shows, palestras, oficinas cantadas, aulas-shows e um festival de compositores. A produção espera um público médio de 20 mil pessoas. Como os hotéis e pousadas já estão com lotação esgotada para toda a semana, moradores estão alugando casas e quartos na própria residência. O clima de animação é parecido com o carnaval. “É uma maneira também de aproximar mais o público e a população”, diz a cantora Suzana Salles, idealizadora e curadora do evento.

O palco principal, no Coreto Elpídio dos Santos, além de reunir nomes mais conhecidos do grande público, também promete shows animados. Quem abre a programação é Zeca Baleiro, que acaba de lançar o álbum 'O Coração do Homem-Bomba', repleto de música dançante. Nos dias seguintes vêm Lenine, que também está de disco novo na praça, e Tom Zé.

Moraes Moreira, autor do sucesso Festa no Interior e escolado no carnaval baiano, vai balançar o chão da praça no sábado, dia 20. Para uma cidade das mais criativas em música de carnaval é um prato cheio para a folia, que continua no dia seguinte. É quando, encerrando a festa, o pernambucano Antonio Nóbrega, vai sacudir o coreto com muito frevo, coco, ciranda e maracatu. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG