A Secretaria Municipal de Saúde de Santos descartou a possibilidade de infecção por gripe suína influenza A (H1N1) nos quatro pacientes que vinham sendo acompanhados na cidade, um deles considerado caso suspeito e os demais, casos monitorados. O caso detectado como suspeito era de um marinheiro filipino de 53 anos que desembarcou no Porto de Santos na semana passada.

Ao chegar ao Brasil, o marinheiro apresentava sintomas de gripe forte, como febre e tosse, mas os resultados de exames laboratoriais realizados pelo Instituto Adolfo Lutz mostraram que ele não está com gripe suína. O paciente chegou ao a bordo do navio Industrial Egret, de bandeira antiguana. Procedente do Porto de Buenos Aires, na Argentina, o navio fez escala em Houston, nos Estados Unidos, em 30 de março.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.