Santa Catarina tem 32 cidades em emergência

Chuvas afetam 56 municípios e quase 155 mil pessoas em todo o Estado. Paraná também é castigado por temporais

iG São Paulo |

Subiu nesta terça-feira para 32 o número de municípios em situação de emergência no Estado de Santa Catarina por causa das fortes chuvas e vendavais que atingiram o Estado nos últimos dias. Além disso, em Jaraguá do Sul, as aulas das redes estadual e municipal e particular da cidade foram suspensas ontem e hoje. As aulas retornam amanhã, segundo a Secretaria Estadual de Educação.

Até o momento, 51 municípios foram atingidos pelas enxurradas e 32 decretaram situação de emergência: Anchieta, Apiína, Balneário Barra do Sul, Bela Vista do Toldo, Caçador, Calmon, Concórdia, Dona Emma, Ipumirim, Itaiópolis, Iomerê, Jaborá, Lebon Régis, Lindóia do Sul, Matos Costa, Nova Itaberaba, Palma Sola, Penha, Presidente Castelo Branco, Princesa, Rios das Antas, Rio do Campo, Rio Negrinho, Romelândia, Santa Terezinha, São José do Cedro, Seara, Timbó Grande, Videira, Xavantina e Xaxim..

Os temporais já afetaram 155.140 pessoas em todo o Estado. Deste total, 6.429 estão desalojadas - as que podem contar com a ajuda de vizinhos e parentes - e outras 747 ficaram desabrigadas - pessoas que perderam tudo e necessitam de abrigos públicos. Até agora não houve registro de mortos ou desaparecidos. As residências atingidas chegam a 1.745.

Estrada

As chuvas abriram hoje um buraco que interdita parcialmente a BR-153, na altura do quilômetro 2, entre as cidades de Erechim (RS) e Concórdia (SC). O trânsito no local flui em meia pista.De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a rachadura começou ontem e se agravou hoje em razão da continuidade das chuvas. Ainda não há previsão para o início das obras de reparo na estrada.

Aulas

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação, a suspensão das aulas em todas as escolas de Jaraguá do Sul foi feita por medida de prevenção e a pedido da Defesa Civil. Além disso, alguns prédios estão sendo usados como abrigos para os moradores afetados pelos temporais. Ainda conforme a secretaria, as aulas não foram suspensas em nenhuma outra cidade.

Para atender às necessidades criadas pela destruição causada pelas chuvas que caem no Estado, o governador Leonel

Pavan, pediu nesta segunda-feira, ao governo federal, a liberação de R$ 6,5 milhões para atender aos municípios atingidos pelas chuvas dos últimos dias.

Futura Press
Chuvas castigam Santa Catarina desde sexta-feira

Uma morte no Paraná

O Corpo de Bombeiros informou hoje que encontrou, no início da tarde, o corpo de um jovem de 23 anos, que tinha caído no Rio Atuba, no Bairro Alto, em Curitiba , na quinta-feira, primeiro dias das chuvas fortes que atingiram a cidade. Ele teria tentado passar sobre o rio usando uma tubulação da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). O corpo estava no Rio Iguaçu, nas proximidades do Zoológico, e apresentava algumas escoriações, provavelmente em razão de choques com galhos de árvores.

As últimas informações da Defesa Civil do Estado apontam que pelo menos 3,5 mil residências de 43 municípios foram atingidas pelas chuvas no Paraná, deixando 1.178 desabrigados, que precisaram de ajuda do poder público. O desmoronamento de parte do asfalto da PR-153 interdita a rodovia no quilômetro 319, entre as cidades de Irati e Imbituva, no sul do Estado. Na mesma região, a PR-438, entre Teixeira Soares e o distrito de Guaragi, no município de Ponta Grossa, está em meia pista devido a queda de barreira.

Previsão do tempo

A chuva já diminuiu na região Sul do País, com a frente fria se dirigindo para o Sudeste do país. O sol aparece ao longo do dia em todo o Sul, junto de algumas nuvens, mas ainda há chance de chuva sobre o vale do Itajaí, no litoral norte de Santa Catarina, na Grande Curitiba, no nordeste e no litoral do Paraná.

Segundo a Climatempo, apesar da melhora das condições do tempo, ainda há risco de deslizamento e de enchentes no Paraná e em Santa Catarina, por conta do grande volume de chuva acumulado desde a semana passada, com os solos ainda encharcados.

As temperaturas diminuíram consideravelmente na região Sul do País entre ontem e hoje, por conta do ar frio polar que atingiu Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, segundo a Climatempo.

Os menores registros ficaram perto dos 5ºC e ocorreram na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai. Em Bagé, fez 5,4ºC, pela medição automática do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A região de Santana do Livramento amanheceu com frio em torno de 8ºC. Porto Alegre amanheceu com 15ºC. Em Florianópolis, a temperatura às 6 horas desta terça era de 19ºC e, em Chapecó, de 13ºC. Na serra catarinense, em São Joaquim, a terça-feira amanheceu com 10ºC. Em Caçador, a temperatura mínima foi de 12,1ºC.

A queda da temperaturas ocorreu também no Paraná. O Inmet registrou 11,6ºC em Inácio Martins e 11,9ºC em Ivaí. A região de Curitiba amanheceu com temperatura em torno dos 14ºC. 

    Leia tudo sobre: chuvaParanáSanta Catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG