Santa Catarina pede ajuda a Estados vizinhos

O governador de Santa Catarina, Luiz Henrique (PMDB) fez contato nesta manhã com os governadores do Paraná, Roberto Requião (PMDB), e do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), para pedir apoio no atendimento às vítimas das fortes chuvas que castigam o Estado nos últimos dias. O governo gaúcho informou já ter colocado à disposição da Defesa Civil catarinense um depósito com colchões, cobertores e travesseiros.

Agência Estado |

O Paraná enviará uma força-tarefa de 50 pessoas para ajudar no socorro às vítimas.

Segundo informações do site do governo de Santa Catarina, o governador visitou as cidades de Brusque, Gaspar e Blumenau e deverá também se deslocar para Joinville, onde o número de desabrigados e desalojados já ultrapassa 2 mil pessoas. Luiz Henrique pediu que a população do Vale do Itajaí evite sair de suas residências devido aos vários pontos de rodovias estaduais e federais afetados. "Faço um apelo para que as pessoas não se desloquem e, se estiverem em trânsito, que observem as várias situações do trajeto."

Numa reunião que contou com a presença do governador e de várias autoridades envolvidas no acompanhamento da situação de emergência, os meteorologistas da Epagri/Ciram informaram que a condição de chuva continuará crítica nas próximas 24 horas, podendo chover entre 60 e 80 mm no Vale do Itajaí, 60 mm na Grande Florianópolis e entre 70 e 100 mm na região no litoral norte. O volume de chuva entre sexta-feira e as 9 horas da manhã deste domingo superou 524 mm em Luiz Alves, 455 mm em Balneário Camboriú, 403 mm em Itajaí e em Itapoá, 300 mm em Blumenau, 254 mm em São José e 216 mm em Florianópolis.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Blumenau, por meio de sua Gerência Regional de Educação, informou que as aulas de toda a rede estadual de ensino de sua área de abrangência (Blumenau, Gaspar, Ilhota, Luís Alves e Pomerode), estão suspensas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG