FLORIANÓPOLIS - Estimativa da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina indica que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) já atendeu 2,5 mil vítimas das enchentes provocadas pelos temporais na região, desde o dia 22 de novembro.

    De acordo com relatório divulgado no site da secretaria, apenas no penúltimo fim de semana do mês passado¿ período que registrou maior intensidade de chuvas, sobretudo, no litoral de Santa Catarina ¿ o Samu atendeu 70 ocorrências, incluindo vítimas de desmoronamentos, gestantes e desalojados com doenças consideradas crônicas como cardiopatias e pressão alta.

    No Morro do Baú, uma das localidades catarinenses onde houve maior Número de deslizamentos de terra, o serviço resgatou 250 pessoas. Em Balneário Camboriú e em Itajaí, o Samu atuou no deslocamento de pacientes que estavam internados no Hospital Santa Inês, que teve alas atingidas por um desabamento.

    Segundo a secretaria, Santa Catarina é o único estado brasileiro onde o Samu oferece cobertura à 100% da população. Um total de 1,2 mil profissionais, mais de 70 Unidades de Suporte Básico de Vida e 21 Unidades de Suporte Avançado prestam o atendimento às vítimas das enchentes, que pode ser solicitado pelo telefone 192.

    Leia também:

    Leia mais sobre: chuvas em Santa Catarina

      Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.