Da manhã de hoje até o fim da semana, agentes de combate à dengue de Salvador, acompanhados por guardas metropolitanos, fazem uma grande ação de combate ao mosquito transmissor da doença, Aedes aegypti , no bairro periférico da Mata Escura. É a primeira vez que a prefeitura realiza uma ação do gênero, conhecida como faxinaço - que já vem sendo feita em municípios como Itabuna e Jequié, no sul do Estado.

Os objetivos são impedir o avanço da doença, por meio da remoção de qualquer tipo de objeto que possa acumular água, e testar a invasão de imóveis fechados na cidade, operação autorizada pela Justiça na semana passada.

O bairro foi escolhido por ser o que tem o maior índice de infestação predial por larvas do mosquito na cidade (7,5%, contra 3,4% na média da capital baiana). Participam da empreitada, diariamente, 25 agentes, acompanhados pelos guardas, além de chaveiros. "Nessa ação, vamos continuar com nossa campanha de educação e conscientização da população", afirma a coordenadora do Programa Municipal de Combate à Dengue, Eliaci Costa. "Sem o engajamento dos moradores, nossos esforços não terão o objetivo desejado."

A Bahia registrou, até o dia 21, 11.570 notificações da doença em sua forma clássica - 248% a mais do que no mesmo período do ano passado. O número já é maior, por exemplo, que o total das notificações de dengue em 2007, 10.095. Apenas nas duas semanas anteriores ao dia 21, foram 5.003 notificações. Metade das notificações está concentrada na região sul do Estado, em municípios como Itabuna, Jequié e Porto Seguro. Em Salvador, houve 209 notificações.

A elas, ainda se somam 291 notificações de casos suspeitos das formas mais grave da dengue (85 deles confirmadas). A doença já causou nove mortes no Estado, oito delas de menores de 14 anos. Há outros 12 casos sendo investigados. A situação preocupa o governo a ponto de, em seu programa semanal de rádio, veiculado na manhã de hoje, o governador baiano, Jaques Wagner, fazer um apelo à população: "Não há uma vacina contra a dengue. A melhor vacina é evitar a multiplicação do mosquito e, para isso, por favor, tenha atenção para não deixar água empoçada ou tanque de água descoberto na sua residência".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.