Tamanho do texto

Reajustes salariais nas Câmaras não são exclusividade de capitais. Em São Paulo, cidades do interior também aumentarão os salários dos vereadores.

Em São José dos Campos e Taubaté, no Vale do Paraíba, os vereadores assumirão seus postos no dia 1° de janeiro com aumento salarial de 83% e 62%, respectivamente. Em Santos, no litoral paulista, os salários subirão 28,5% e em Campinas, a 95 quilômetros da capital, uma comissão foi formada para estudar qual índice será utilizado para reajustar os ganhos do Executivo e do Legislativo.

Em Ribeirão Preto, não houve reajuste para a próxima legislatura. No entanto, os parlamentares da cidade estão entre os mais bem pagos do País: recebem R$ 9,14 mil ao mês. O último reajuste ocorreu em 2007, quando o Congresso Nacional aprovou o aumento dos salários dos deputados em 28,5%.

Em pelo menos 7 das 26 capitais brasileiras, os vereadores eleitos e reeleitos começarão 2009 com um salário mais gordo. Seis propostas já aprovadas e uma a ser votada garantirão aumentos de vencimentos para as Câmaras de Vitória (ES), Salvador (BA), Curitiba (PR), João Pessoa (PE), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO) e Recife (PE). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.