Saída do DEM é forma de preservar honra, diz Arruda

Em carta encaminhada ao presidente nacional do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, disse que sua decisão de se desfiliar do partido é o melhor caminho para preservar minha honra e meu governo, colocados em xeque por um triste espetáculo montado com óbvias motivações político-eleitorais.

Agência Estado |

Arruda também afirma que sua decisão "isenta os amigos e companheiros do Democratas do constrangimento de terem de decidir por atender à insensatez do radicalismo, em detrimento de um julgamento justo, com respeito ao amplo direito de defesa e aos prazos regimentais".

Em reunião marcada inicialmente para amanhã, a cúpula do DEM votaria a expulsão de Arruda do partido. Como o governador antecipou o pedido de desfiliação do DEM, a reunião foi cancelada.

AE

Arruda anuncia sua saída do Democratas

Arruda anuncia sua saída do Democratas

Veja a íntegra da carta encaminhada à direção do DEM:

" Senhor presidente,

Dirijo-me a Vossa Excelência para pedir meu desligamento do Partido Democratas a partir desta data.

Este é o melhor caminho para preservar minha honra e meu governo, colocados em xeque por um triste espetáculo montado com óbvias motivações político-eleitorais.

As razões que me levam a tal decisão estão detalhadas em pronunciamento que ora faço ao Distrito Federal, cuja cópia encaminho anexa.

Poderia prolongar por meses a discussão judicial sobre o mérito do direito de permanecer no partido, com grandes chances de sucesso.

Não o farei.

Ao tempo em que me afasto das atividades partidárias, conclamo os amigos e colegas do Democratas a assumirem o compromisso com a mudança profunda na legislação eleitoral, com uma reforma política que evite os fatos que se repetem sucessivamente, causando justa repugnância nos cidadãos brasileiros. Hoje, essa distorção me atinge, como já atingiu vários políticos de outras legendas e, amanhã, se não for modificada, fará novas vítimas.

Espero, com esse gesto, isentar os amigos e companheiros do Democratas do constrangimento de terem de decidir por atender à insensatez do radicalismo, em detrimento de um julgamento justo, com respeito ao amplo direito de defesa e aos prazos regimentais.

Despeço-me com a consciência tranquila de ter contribuído com o melhor do meu esforço, de todas as formas, sempre que fui demandado pela legenda. Minha prioridade, mais do que nunca, é a defesa de minha honra e meu trabalho por Brasília.

José Roberto Arruda
"

Leia também:


Leia mais sobre  José Roberto Arruda

    Leia tudo sobre: arruda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG