Saída de Lacerda da Abin mostra transparência, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que o afastamento de Paulo Lacerda do comando da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) teve como objetivo mostrar que há transparência na investigação da suspeita de grampo envolvendo o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes. Em rápida conversa com os jornalistas, após participar de evento em Vitória, no Espírito Santo, para comemorar a primeira extração de óleo do pré-sal, o presidente disse aos repórteres que, se eles souberem quem fez a gravação e disserem a ele, ficará mais fácil.

Agência Estado |

"A fonte falou com jornalistas, não foi comigo. Se algum de vocês souber e quiser facilitar a investigação, a gente pode resolver logo o problema. Se não, teremos que investigar com muita profundidade", afirmou Lula.

Lula já deixou o buffet em Vitória, onde fez o discurso sobre a importância do pré-sal. O presidente deixou o local de braços dados com o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung. Os dois pousaram para fotos ao lado de populares que acenavam para as autoridades.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG