Saiba como surgem as espinhas

Saiba como surgem as espinhas Por Giuliana Reginatto São Paulo, 15 (AE) - Chocolate provoca espinha? Isabella Gonçalves Silva, de 15 anos, repete esta pergunta para todo dermatologista que consulta. Eles sempre respondem ‘não’, mas se eu comer doce, principalmente chocolate, a pele vira um óleo e nasce espinha, diz ela.

Agência Estado |

A polêmica que atormenta os adolescentes e divide a opinião dos especialistas em dermatologia acaba de ganhar um novo elemento com a publicação de um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de Melbourne, na Austrália, e divulgado pelo "American Journal of Clinical Nutrition". De acordo com a pesquisa, alimentos que desencadeiam picos de açúcar (glicose) no sangue, entre eles a maior parte dos doces e os produtos ricos em carboidrato, tais como as massas e os pães à base de farinha branca, estão diretamente relacionados com o agravamento da acne.

A pesquisa australiana contou com a participação de 43 voluntários divididos em dois grupos. Cada um deles foi submetido a uma dieta específica: uma parte consumiu apenas alimentos que liberam açúcar de forma gradual no organismo, como os cereais integrais, e a outra parcela dos envolvidos ingeriu alimentos que liberam a substância rapidamente, também conhecidos como alimentos com alto índice glicêmico. Os profissionais envolvidos no estudo observaram que as lesões presentes nos participantes do segundo grupo foram acentuadas.

Na opinião da médica Letícia Secco, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, alimentos com alto índice glicêmico interferem na ação da insulina, hormônio produzido no pâncreas que controla a taxa de açúcar no sangue. "Ao verificar picos de glicose no organismo, a insulina rapidamente entra em ação para controlar as alterações. Essa dose extra de hormônio estimula a produção irregular de andrógeno, considerado o principal hormônio responsável pelo aparecimento da acne", explica.

Médico do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas, Ricardo Romite desconfia das dietas específicas para tratar quadros de acne. "Muitos pacientes culpam os alimentos pela acne mas, na verdade, é o estresse desencadeado pelo medo de que o alimento faça nascer espinhas que agrava o problema. O problema é mais hormonal que nutricional. Se não fosse assim, uma criança de oito anos que come muitos doces também apresentaria muitas espinhas", compara.

Coordenador dos ambulatórios de Acne e Dermatologia Estética da PUC Campinas, Adilson Costa também enfatiza o efeito maléfico dos hormônios do estresse sobre a pele, mas não descarta a interferência da alimentação na progressão da acne. Costa analisou profundamente essa relação em sua dissertação de Mestrado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), de 2006. E se diz convencido da existência de uma dieta protetora contra o problema. "Analisei 36 voluntários e percebi que uma alimentação rica em ácidos graxos essenciais provocava a melhora do processo inflamatório causado pela acne. Essas substâncias estão presentes nos peixes de água salgada, legumes e verduras".

Boxe: VILÕES COMPROVADOS
- Excesso de vitamina B, ingerida por meio de suplementos receitados para combater anemias ou complementar a nutrição de mulheres grávidas, estimula o agravamento da acne;
- Alguns medicamentos, sobretudo os corticóides e alguns antidepressivos à base de lítio, podem desencadear alguns quadros de erupção acneiforme;
- Produtos de maquiagem oleosos podem causar o entupimento mecânico dos poros faciais, provocando espinhas. É a chamada acne cosmética;
- Os esteróides anabolizantes, tomados quem por quem deseja aumentar a massa muscular e conhecidos como ‘bomba’, podem estimular o funcionamento das glândulas sebáceas e provocar espinhas;

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG