Saiba as recomendações da Defesa Civil em caso de inundação

SÃO PAULO - No Brasil, muitas pessoas morrem anualmente pelas inundações. A Secretaria Nacional de Defesa Civil faz uma série de recondações para quem mora em áreas de risco.

Redação |

É comum a combinação dos dois fenômenos - enxurrada e alagamento - em áreas urbanas acidentadas, como ocorre no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e em cidades serranas. Em cidades litorâneas, que se desenvolvem em cotas baixas, a coincidência de marés altas contribui para agravar o problema.

Os alagamentos das cidades normalmente provocam danos materiais e humanos mais intensos que os das enxurradas.

Segundo a Defesa Civil, quem mora em locais com risco de inundações deve manter sempre prontos água potável, roupa e remédios, caso tenha que sair rápido da sua casa; conhecer o Centro de Saúde mais próximo de sua casa; avisar imediatamente ao Corpo de Bombeiros ou à Defesa Civil a existência de áreas afetadas.

Antes de tudo, a recomendação é salvar e protejar a própria vida, a de familiares e amigos. Se precisar retirar algo de sua casa, após a inundação, peça ajuda à Defesa Civil ou ao Corpo de Bombeiros; coloque documentos e objetos de valor em um saco plástico bem fechado e em local protegido. Nunca se deve beber água de enchente ou comer alimentos que estiveram em contato com as águas da inundação.

É importante também, de acordo com a Defesa Civil, já ter um lugar previsto, seguro, onde a família possa se alojar no caso de uma inundação. Além disso, desconecte os aparelhos elétricos da corrente elétrica para evitar curtos circuitos nas tomadas; não construa próximo a córregos que possam inundar, em cima ou embaixo de barrancos que possam deslizar; feche o registro de entrada d`água; retire todo o lixo e leve para áreas não sujeitas a inundações; e feche bem as portas e janelas.

Após a enchente, não use equipamentos elétricos que tenham sido molhados ou em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito. Não deixe crianças brincando na enxurrada ou nas águas dos córregos, pois elas podem ser levadas pela correnteza ou contaminar-se, contraindo graves doenças, como hepatite e leptospirose.

Segundo a Defesa Civil, após as chuvas é apropriado enterrar animais mortos e limpar os escombros e lama deixados pela inundação; lavar e desinfetar os objetos que tiveram contato com as águas da enchente; retirar todo o lixo da casa e do quintal e o colocar para a limpeza pública; ver se a casa não corre o risco de desabar; raspar toda a lama e o lixo do chão, das paredes, dos móveis e utensílios; ter cuidado com aranhas, cobras e ratos, ao movimentar objetos, móveis e utensílios.

Leia mais sobre: chuvas

    Leia tudo sobre: chuvassanta catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG