Sabatina Estadão: Soninha propõe repovoar o centro

A candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, afirmou hoje em sabatina do Grupo Estado que não é possível resolver o problema de trânsito sem redistribuir a população da capital. Soninha propôs estimular os paulistanos a morar na região central, freando o crescimento das periferias e diminuindo a necessidade de deslocamentos.

Agência Estado |

"O trânsito não tem solução enquanto as pessoas precisarem de um imenso deslocamento diário."

Soninha comentou ainda a dificuldade de aprovar na Câmara dos Vereadores a revisão do Plano Diretor da cidade. Segundo a candidata, pedidos da própria sociedade de discussões mais profundas sobre o plano atrasam o envio do projeto ao Executivo. Soninha destacou que, em sua opinião, o Plano Diretor deve estabelecer mecanismos para facilitar a moradia no centro. "Existem várias maneiras de a Prefeitura induzir esse repovoamento. Todos concordam que isso é necessário", afirmou.

Soninha disse ainda que o prefeito e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM), foi "corajoso" ao defender em plena campanha eleitoral o reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) na capital com a finalidade de corrigir distorções. Na avaliação da candidata, é necessário fazer um ajuste neste setor, porque existem injustiças, quando uns pagam mais e outros menos. E disse que se for eleita, também fará esse ajuste. "Mas não é uma canetada da prefeita, precisa de estudos e de aprovação da Câmara (dos Vereadores), porque justiça é justiça."

Ao falar da relação com a Câmara Municipal, Soninha disse que a aprovação aos projetos envolvem, muitas vezes, combinação do que os parlamentares receberão em troca. E criticou o que classifica de "política do toma lá, dá cá". "O dever do prefeito ou prefeita é estabelecer limites republicanos para essa concessão", defendeu.

Soninha chegou de moto à sede do Grupo Estado para a sabatina. Ela contou que resolveu deixar em casa a bicicleta - que tem usado com freqüência para ir a eventos de campanha - para evitar o tráfego pesado da Marginal Tietê, na zona norte da capital, onde está localizado o prédio do Grupo Estado . "Para trafegar na Marginal de bicicleta, só quando eu fizer a ciclovia", afirmou a candidata.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG