Sabatina Estadão: Marta critica transporte na era Kassab

A candidata do PT à Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, que participa hoje da primeira das sabatinas que o Grupo Estado promove com os que concorrem à Prefeitura de São Paulo, disse que o prefeito e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM), não teve a percepção da crise de transportes que atinge a cidade. Todo mundo acreditou que São Paulo iria crescer, menos a Prefeitura de São Paulo, disse ela, destacando que houve falta de planejamento neste setor.

Agência Estado |

"Deixaram a CET sucatear", completou a petista, classificando de "horror" a tentativa fracassada da atual administração em fazer um corredor exclusivo para motos na Avenida 23 de Maio.

Além da crítica à atual gestão municipal, Marta disse que o Estado de São Paulo é governado há 14 anos pelo PSDB e, além disso, o partido governou o País por oito anos (gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso) e nem por isso houve melhorias significativas na área de transporte na capital paulista. Marta eximiu sua administração de responsabilidade por não ter alocado recursos para a expansão do Metrô, sob argumento de que herdou uma Prefeitura muito endividada e teve que organizar as finanças.

A candidata petista voltou a criticar o atual prefeito, dizendo que Kassab preferiu acumular superávit (de cerca de R$ 2 bilhões) em vez de investir mais nos transportes, sobretudo no Metrô. Na sabatina, a candidata do PT disse também que fez mais creches do que as gestões anteriores. "Sei, como psicóloga, da importância de uma creche decente. Vou fazer o máximo que puder", disse Marta, reiterando que "não pretende fazer promessas que não pode cumprir, mas pretende fazer o melhor que puder."

As sabatinas do Grupo Estado terão transmissão ao vivo pela TV Estadão . O Portal Estadão divulgará flashes noticiosos e disponibilizará a íntegra dos vídeos, para consulta posterior. O segundo convidado será o ex-governador e candidato do PSDB Geraldo Alckmin. Pela ordem, virão em seguida o prefeito Gilberto Kassab (DEM) na quarta-feira, Paulo Maluf (PP) na quinta, Soninha Francine (PPS) na sexta e Ivan Valente (PSOL), que fechará o ciclo na segunda-feira, dia 8.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG