Sábado é dia de segunda dose da vacina contra paralisia infantil

Meta é imunizar mais 14,1 milhões de crianças em todo o País. Em alguns Estados, também será realizada a vacinação contra sarampo

iG São Paulo |

Futura Press
Criança é vacinada em posto de saúde de São Paulo
Crianças que receberam a primeira dose da vacina contra a poliomielite, doença conhecida como paralisia infantil, devem retornar aos postos de saúde sábado (13) para a segunda etapa da imunização. De acordo com o Ministério da Saúde, menores de 5 anos que não se vacinaram contra a doença também devem ser levados às unidades de saúde.

A meta é imunizar mais de 14,1 milhões de crianças, o equivalente a 95% da população nessa faixa etária. Ao todo, 115 mil postos de vacinação em todo o país estarão em funcionamento. A primeira etapa da campanha contra a poliomielite foi promovida em 18 de junho .

Sarampo

A vacinação contra o sarampo será realizada em crianças de um a sete anos no Distrito Federal e em mais 18 Estados (Acre, Amazonas, Amapá, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe, Santa Catarina e Tocantins).

Até o mês de maio deste ano, foram confirmados dez casos de sarampo em Estados do Brasil, sendo três no Rio de Janeiro, três no Rio Grande do Sul, um em São Paulo, um na Bahia, um no Mato Grosso do Sul e um no Distrito Federal. Todos esses casos foram de pessoas não vacinadas que viajaram ao exterior ou que tiveram contato com viajantes portadores da doença.

São Paulo

Na capital paulista, a abertura da segunda etapa da campanha será realizada às 8h no Parque do Ibirapuera. Entre 8h e 15h, as crianças poderão ser vacinadas e brincar em um parque infantil montado para o evento, com piscina de bolinhas, pula-pula e palhaços, além de participar de atividades lúdicas, como pintura de rosto, e ganhar máscaras do Zé Gotinha.

Na primeira etapa da campanha, realizada em junho, 2,85 milhões de crianças menores de cinco anos de idade foram vacinadas. Nesta fase, serão mobilizados aproximadamente 14,8 mil postos fixos e volantes e 58,3 mil profissionais em todo o Estado, em parceria com as prefeituras.

“Os pais e responsáveis devem proteger seus filhos contra a poliomielite, levando as crianças para tomar a segunda dose da vacina Sabin. Desta forma, todos colaboram para evitar o retorno da circulação do vírus causador da doença ao Estado”, afirma Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde.

São Paulo não registra nenhum caso de paralisia infantil desde 1988. No entanto, como o vírus da poliomielite ainda circula em países da África e da Ásia, é fundamental que todas as crianças menores de cinco anos sejam imunizadas todos os anos.

Rio de Janeiro

A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio de janeiro oferecerá 600 mil doses da vacina em mais de 1.100 postos fixos e volantes em toda a cidade, entre unidades de saúde, praças, escolas e igrejas, entre outros. Os locais de vacinação funcionarão das 8h às 17 horas.

* Com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: vacinaçãoparalisia infantilsaramposegunda etapa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG