Venda de achocolatado é suspensa em Porto Alegre

Suspensão da comercialização ocorreram depois de relatos de sensação de queimadura na boca e esôfago pelo consumo de Toddynho

AE |

selo

A comercialização do achocolatado Toddynho, em caixinhas de 200 ml, que estavam armazenadas na Central de Distribuição em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, foi suspensa hoje pela Coordenação de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

A notificação e a suspensão da comercialização ocorreram depois de relatos de sensação de queimadura na boca e esôfago entre crianças e adultos, que consumiram o produto, que é fabricado pela empresa Pepsico do Brasil Ltda.

Segundo a Vigilância Sanitária, quatro casos em Porto Alegre e outros em Canoas e São Leopoldo já foram notificados. Os estabelecimentos comerciais estão sendo vistoriados com o objetivo de verificar a existência do produto e solicitar a retirada dos que estiverem à venda.

Por meio de comunicado, a Pepsico, detentora da marca Toddynho, esclarece que tomou conhecimento de alteração na qualidade de cerca de 80 unidades de 200ml do achocolatado, comercializadas na região metropolitana de Porto Alegre. "A empresa imediatamente tomou as ações cabíveis para retirar estas unidades de circulação e conta com uma equipe de profissionais mobilizada para dar informações aos consumidores, pelo telefone 0800 703 2222. Os produtos são do lote com numeração de L4 32 05:30 a 06:30, todos com validade de 19/02/2012."

    Leia tudo sobre: Toddynhoqueimadura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG