Rodoviários fazem operação tartaruga em Porto Alegre

Passeata deixou o trânsito ficou complicado na região das avenidas Farrapos e Oswaldo Aranha. Categoria pede 22% de reajuste salarial

AE |

selo

Cerca de 8.500 representantes dos trabalhadores rodoviários de Porto Alegre fizeram uma passeata nesta manhã em dois corredores de ônibus da cidade, dando início a uma 'operação tartaruga' no transporte coletivo. A decisão foi tomada em assembleia na quarta-feira (18) para decidir o rumo das negociações salariais.

Leia também: Paralisação deixa 70 mil usuários de planos de saúde sem atendimento em GO

Por conta da passeata, nas avenidas Farrapos e Oswaldo Aranha, na região central da cidade, iniciada às 7h30, os ônibus circulavam com baixa velocidade, além de comprometer o fluxo dos veículos. O protesto terminou por volta das 10h, quando os dois grupos se reuniram em frente à sede do sindicato. 

Segundo a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), a categoria reivindica 22% de reajuste e a classe patronal oferece 4%. Os rodoviários estão em estado de alerta e continuam negociando. O trânsito, que ficou complicado durante a manifestação, começou a melhorar e deve estar normalizado nas próximas horas, de acordo com a EPTC, órgão que gerencia o trânsito em Porto Alegre.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG