Policial é indiciado por morte de campeão brasileiro de boxe

Tairone da Silva, de 17 anos, era considerado uma promessas do esporte no Brasil. Segundo delegado, ele foi morto por motivo fútil

Daniel Cassol, iG Rio Grande do Sul |

A Polícia Civil de Osório, município localizado a cem quilômetros de Porto Alegre, indiciou nesta segunda o policial militar Alexandre Camargo Abe pela morte do boxeador , de 17 anos. O policial confessou o crime, ocorrido no dia 11 de março.

Divulgação
Tairone da Silva, boxeador assassinado no Rio Grande do Sul
Considerado uma promessa do boxe brasileiro, Tairone era campeão nacional em sua categoria e estava treinando no centro de esportes da Marinha do Rio de Janeiro para participar de competições internacionais. Ele foi morto pelo soldado da Polícia Militar quando visitava os pais em sua cidade natal.

Segundo o delegado Celso Ferri, que conduziu o inquérito, o soldado Alexandre Abe teria o boxeador como um desafeto. Ele atirou três vezes contra Tairone, acertando um tiro no quadril e outro no ombro.

“Ele nutria um sentimento de inveja ou inimizade. No dia anterior, já havia ameaçado Tairone com uma arma na cabeça”, disse ao iG o delegado Celso Ferri. A defesa alega que Tairone constantemente ameaçava o policial e que, no dia do crime, teria havido uma briga. “Não houve luta corporal. Foi um homicídio duplamente qualificado”, concluiu o delegado.

Segundo o inquérito policial, além do motivo ter sido fútil, o soldado abordou o boxeador por trás, sem dar chances de defesa à vítima. O soldado está preso preventivamente em um quartel da Polícia Militar.

Na última sexta, a secretária de Ação Social do município, Leila Munari, conversou com a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, durante audiência realizada na Assembleia Legislativa. A preocupação da secretária é para que não haja impunidade, já que o caso envolve um policial militar. “Estamos atentos para que isso não aconteça”, afirmou.

A seção gaúcha da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu levar o caso à Comissão Nacional de Direitos Humanos da entidade.

    Leia tudo sobre: Tairone da SilvaRio Grande do SulOsório

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG