Polícia faz operação contra tráfico e cumpre 95 mandados de prisão no RS

Operação Navalha é a maior ação policial do Estado e atua na cidade de São Borja, na fronteira com a Argentina; 77 pessoas já foram presas

iG São Paulo |

Polícia Civil / Divulgação
Presos são levados para o DP na cidade de São Borja, no Rio Grande do Sul

A Polícia Civil no Rio Grande do Sul realiza nesta sexta-feira a "Operação Navalha" contra o tráfico internacional de drogas na fronteira oeste do Estado. Segundo a polícia, mais de 600 agentes e 155 viaturas estão envolvidos na operação. A ação é considerada a maior já realizada em todo o Estado. Estão sendo cumpridos 95 mandados de prisão temporária e outros 124 de busca e apreensão.

Polícia Civil / Divulgação
Drogas apreendidas na Operação Navalha nesta sexta-feira
A ação, coordenada pelo delegado Gerri Adriane Mendes, do 1ª DP de São Borja, tem como alvo principal o tráfico na cidade, que faz fronteira com a Argentina. Ela é considerada a porta de entrada de drogas no País.

Leia mais notícias do Rio Grande do Sul

Segundo a polícia, até às 12h, pelo menos 77 pessoas foram presas. Entre elas, estariam empresários e advogados do Estado que integravam uma quadrilha. As prisões são preventivas de 30 dias.

Investigações

Os primeiros trabalhos da operação tiveram início há dois anos. O delegado afimou que 13 facções criminosas foram identificadas nesse período. Todos os líderes tiveram suas prisões decretadas. Eles lideravam a venda de drogas em vários pontos de São Borja. Segundo Adriane, uma das maiores facções, lideradas por "Leão", tinha cerca de 40 integrantes. De acordo com as investigações o lucro de cada um dos pontos de droga girava entre R$ 500 e R$ 2 mil por dia.

A ação policial tem o apoio do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos (GIE), das 29 regiões do Departamento de Polícia do Interior (DPI), do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), do Departamento de Investigações Criminais (DEIC), do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), do Departamento Estadual de Telecomunicações (Detel), do Departamento Estadual de Informática Policial (Dinp) e do Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca).

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG