PF apura 2º caso de sequestro ligado a servidor da Caixa

Quatro criminosos invadiram a casa de um funcionário do banco. Após 10h em cativeiro, mulher e dois flhos foram liberados

AE |

selo

A Polícia Federal instaurou inquérito na sexta-feira para apurar o sequestro de familiares do funcionário de uma agência da Caixa Econômica Federal de Porto Alegre. Este é o segundo caso de sequestro ligado a funcionários do banco em menos de uma semana. Na manhã de quinta-feira, quatro indivíduos armados entraram na residência do servidor, em Alvorada (RS).

Leia também: Presos suspeitos de participar de falso sequestro em Mato Grosso

A mulher e os dois filhos foram levados para um cativeiro, enquanto o funcionário foi orientado a se dirigir ao banco para sacar a quantia exigida como resgate pelo grupo. A Polícia Federal foi acionada e iniciou a investigação após identificarem alguns envolvidos. Os familiares foram liberados em perfeito estado de saúde no mesmo dia, após permanecerem por mais de dez horas em cativeiro. Não houve pagamento de resgate.

Mato Grosso

A Polícia Federal também investiga um suposto sequestro da família de um funcionário da Caixa Econômica Federal em Barra do Bugres (MT), ocorrido na terça-feira (18). Neste caso, a PF trabalha com a hipótese de que o tesoureiro tenha planejado e forjado o sequestro da própria família, visando à abertura do cofre da agência e a entrega do dinheiro para uma quadrilha de sequestradores.

Três pessoas já foram detidas, entre elas o tesoureiro. A PF investiga a participação de outras pessoas, inclusive a esposa do tesoureiro no crime.

    Leia tudo sobre: sequestrosevidor da Caixapolícia federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG