Bandidos deram preferência para cães pequenos, como Yorkshire, Dachshund, Pug Gog, Chiuaua e Lulu da Pomerânia

Cerca de 10 bandidos armados invadiram o canil municipal de Gravataí, na região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, por volta da 1h da madrugada do último domingo (7), e roubaram cerca de 50 cães de raça. Segundo a prefeitura, os animais levados haviam sido resgatados de um canil clandestino que fica na zona rural cidade no último dia 16.

Bandidos sabiam em que baias estavam os animais resgatados do canil clandestino
Divulgação/Prefeitura de Gravataí
Bandidos sabiam em que baias estavam os animais resgatados do canil clandestino

A diretora-presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMMA), Claúdia Pereira da Costa, disse que os bandidos chegaram com uniformes e distitivos da Polícia Federal em três veículos. Eles diziam que tinham um madado de busca e apreensão para cumprir. Um dos vigias teria ido até o portão para conferir documento enquanto outro ligava para a FMMA para confirmar a informação.

"Nessa hora, eles começaram a ficar nervosos, sacaram as armas e renderam meu vigia. Um deles pulou o muro e quebrou o cadeado para que os outros entrassem", diz.

Um dos vigias que tentou impedir a invasão foi agredido e algemado em uma das baias do canil.

Claudia diz que os invasores conheciam o local e foram direto nas baias onde estavam aqueles cães resgatados do canil clandestino. Para ela, a principal suspeita recai sobre o antigo dono dos animais. Um dos suspeitos já foi identificado, mas não teve sua identidade revelada. Até o momento ninguém foi preso.

"Com certeza era alguém que conhecia os cachorros. Eles estavam em cinco baias diferentes, separados por tamanho e sexo. Se não conhece o cachorro e o canil não tinha como achar em menos de 10 minutos".

Os bandidos deram preferência por animais de pequeno porte e levaram cães das raças Yorkshire, Dachshund, Pug Gog, Chiuaua e Lulu da Pomerânia que têm valor de mercado estimado entre R$ 1 mil e R$ 2 mil.

Antes de fugir, os bandidos ainda soltaram no pátio cerca de 500 cães que estavam nas baias. Com a confusão, muitos cães fugiram, outros ficaram feridos e alguns até foram mortos na briga com os animais maiores. A Polícia Civil e o Ministério Público investigam o caso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.