Em assembleia, motoristas de ônibus decidem manter greve em Porto Alegre

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Maioria dos funcionários da categoria votou contra a proposta que prevê aumento salarial de 7,5%

Os motoristas de ônibus de Porto Alegre decidiram,em uma assembleia, na manhã desta terça-feira (4), que vão manter a greve da categoria. A paralisação já dura nove dias na cidade.

Greve de ônibus em Porto Alegre entra na segunda semana

Na reunião, a maioria dos funcionários da categoria votou contra a proposta feita pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) que prevê aumento salarial de 7,5%, vale alimentação de R$ 19 e contribuição no plano de saúde por funcionário de R$ 10.

Mais: Grevistas exigem reajuste de 14%

A EPTC divulgou uma nota dizendo que as vans escolares continuarão a fazer o transporte em substituição aos ônibus parados. As vans fazem o trajeto entre as zonas norte, leste e sul em direção ao centro da capital gaúcha. Os veículos podem usar os corredores de ônibus. O valor da tarifa é de R$ 4. Com a greve dos ônibus, a prefeitura permitiu que os passageiros circulem em pé nas lotações, o que antes era proibido.


Leia tudo sobre: greverodoviáriosmotoristas de ônibusporto alegre

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas