Polícia do Rio Grande do Sul prende 30 suspeitos de roubo de veículos

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Carros eram trocados por drogas e usados como lavagem de dinheiro. Eles eram levados para outros Estados, como Santa Catarina, e também para o Paraguai

Agência Estado

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu cerca de 30 pessoas suspeitos de furto e roubo de veículos, além de tráfico de drogas, em operação deflagrada na manhã desta segunda-feira (9).

Conheça a nova home do Último Segundo

Junto com a quadrilha, que atuava na região do Vale dos Sinos, ao norte de Porto Alegre, os policiais apreenderam uma pistola israelense, um espingarda, um quilo de crack, maconha e cocaína, e também oito veículos e R$ 5 mil em dinheiro.

Segundo o delegado Adriano Nonnenmacher, a quadrilha, dividida em duas células, agia no furto de veículos, roubo e receptação em São Leopoldo, Novo Hamburgo, Sapiranga, Parobé, Portão, Ivoti, Dois Irmãos, e Vale do Taquari. Um outro grupo agia no tráfico de drogas na Vila Bráz, zona norte de São Leopoldo. As duas células, interligadas, usavam carros e drogas como moedas de trocas nas suas atividades, e contabilizava mais de R$ 1,5 milhão de lucro líquido por mês.

Mais: Polícia prende 18 em operação contra tráfico no Rio Grande do Sul

Os carros eram furtados e roubados no Vale dos Sinos e trocados por drogas, bem como usados como lavagem de dinheiro pela célula que agia no tráfico. Os veículos eram levados para outros Estados, como Santa Catarina, e também para o Paraguai.

Conforme o delegado, três indiciados também receptavam veículos roubados, clonavam e enviavam para Santa Catarina e Paraguai, além de aplicarem fraudes a seguradoras. Um deles, com vários antecedentes criminais em outros Estados do Brasil, é um libanês, naturalizado paraguaio. Além das prisões, foi solicitada e decretada a perda de bens, bloqueio de contas bancárias e apreensão de veículos.

Foram cumpridos 43 mandados de busca e 39 de prisão preventiva e temporária. Com os 14 suspeitos que já estavam no sistema prisional e receberam o ciente das prisões decretadas, a Polícia contou um total de 44 detidos.

Os presos foram encaminhados para a 3ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana, em São Leopoldo, para os procedimentos da polícia judiciária. Após a investigação, serão encaminhados ao sistema prisional.

Leia tudo sobre: suspeitosfurtosveículosrio grande do sul

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas