Polícia prende suposta quadrilha que roubava carros no Rio Grande do Sul

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu 28 acusados de participarem de um esquema de roubo, captação e clonagem de veículos

Agência Estado

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu 28 pessoas apontadas como participantes de um esquema de roubo, captação e clonagem de veículos. Entre os presos estão os três líderes da quadrilha. Eles foram encaminhados para o Departamento Estadual de Investigação Criminal (DEIC) e, após serem ouvidos, serão encaminhados ao sistema prisional.

Conheça a nova home do Último Segundo

Nesta quinta-feira (28), a operação Ponto Final apreendeu quatro armas de fogo, munição, dinheiro e documentos de veículos roubados. Foram cumpridos 45 mandados de busca e apreensão e 36 mandados de prisão nas cidades de Porto Alegre, Canoas, Alvorada, Gravataí e no estado de Santa Catarina.

Segundo o delegado Juliano Ferreira, a quadrilha era muito bem organizada e na maioria das vezes atuava sob encomenda. Com os documentos de veículos clonados, roubavam os carros com as mesmas características.

De acordo com o delegado Arthur Raldi, cada membro da organização tinha uma função específica. Alguns eram responsáveis pela clonagem, outros eram encarregados de confeccionar os documentos dos veículos, e outros pelos roubos dos automóveis. "Algumas vezes a quadrilha usava carros com características de viaturas policiais, abordando as vítimas para realizarem o roubo do veículo", relata.

Leia tudo sobre: GERALpolíciaoperaçãoprisãocarros roubados

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas