Brasileira procurada pela Interpol é presa pela Polícia Rodoviária Federal

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Catarinense é tida como uma das principais fornecedoras de maconha da Grande Porto Alegre e Serra Gaúcha

Agência Estado

Uma abordagem de rotina feita Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Serra Gaúcha, na tarde desta terça-feira, 15, terminou na prisão de uma brasileira procurada pela Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol). O atraso no licenciamento de um Astra fez com que os policiais descobrissem a verdadeira identidade da passageira do automóvel.

Conheça nova home do Último Segundo

A catarinense de Jacinto Machado Sônia Regina Gomes, 36 anos, é tida como uma das principais fornecedoras de maconha da Grande Porto Alegre e Serra Gaúcha. Regina foi presa no quilômetro 126 da Rodovia BR-116, em São Marcos. Ela estava foragida há pelo menos um ano e tinha contra si três mandados de prisão.

Regina escapou de um cerco policial em 2012, no Paraná, durante a Operação Santa Fé, da Polícia Federal (PF), Brigada Militar (BM) e Ministério Público Estadual (MPE). Na ocasião, a brasileira foi acusada de liderar um comboio que trazia mais de 2 toneladas de maconha de Foz do Iguaçu (PR) para serem distribuídas no Rio Grande do Sul.

Nesta terça-feira, Regina apresentou documentos falsos aos patrulheiros. Ao ver que eles identificaram a fraude, ela tentou fugir, mas foi pega antes de entrar novamente no carro. O acompanhante dela, um homem de 40 anos cuja identidade não foi revelada, foi liberado. Regina foi levada à Penitenciária Industrial de Caxias do Sul (Pics), onde está à disposição da Justiça. A reportagem tentou falar com o advogado da presa, mas não obteve retorno.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas