Segundo a PRF, homem sofreu traumatismo craniano e de face, está em coma induzido e seu estado de saúde é grave

Agência Brasil

Um homem foi atropelado na manhã de desta quinta-feira durante protesto na BR-116, no km 252, em Sapucaia do Sul, região metropolitana de Porto Alegre. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu por volta das 4h30, quando um grupo de aproximadamente 100 manifestantes, do qual ele fazia parte, montava um bloqueio no local.

Tempo real: Acompanhe os protestos nesta quinta-feira pelo Brasil
Não queremos 'fora, Dilma'; mas um 'se liga, Dilma', diz presidente da UGT

A corporação informou que foi avisada sobre o ocorrido no meio da manhã por manifestantes, que também se encarregaram de levar o homem ferido, identificado como João Carlos da Silva Brum, 51 anos, ao Hospital Municipal Getúlio Vargas, em Sapucaia do Sul. Segundo informações da unidade, ele sofreu traumatismo craniano e de face, está em coma induzido e seu estado de saúde é grave. Veja abaixo imagens de protestos por todo o Brasil:

Bloqueios

Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e de sindicatos fizeram diversos pontos de bloqueio em rodovias do Rio Grande do Sul.

Manifestação em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul
Luca Erbes/Futura Press
Manifestação em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul

A BR-116 foi a mais afetada. Em São Lourenço do Sul, no quilômetro (km) 465 da BR-116, um grupo com mais de 100 pessoas iniciaram bloqueio total da pista às 10h com cerca de 60 máquinas agrícolas. Em Sapucaia do Sul, no km 252, manifestantes iniciaram de madrugada bloqueio da via queimando pneus e deixando as pistas central e lateral no sentido do interior para capital totalmente fechadas até as 9h.

No km 262, na altura de Canoas, a pista foi totalmente bloqueada nos dois sentidos desde as 6h30 e foi liberada às 9h30. Em Caxias do Sul, nos quilômetros 144, 146 e 151, as vias ainda não foram liberadas pelos manifestantes.

Em Pinheiro Machado, no km 108 da BR-293, cerca de 40 pessoas bloqueiam a rodovia. Cinquenta manifestantes interditam a pista no km 2 da BR-392, na altura de Rio Grande. Em Capão do Leão, no km 15 da BR- 293, 100 manifestantes fizeram o bloqueio total da rodovia.

Em Erechim, nos quilômetros 44 e 49 da BR-153, às 10h, manifestantes iniciaram o bloqueio total da rodovia com aproximadamente 300 manifestantes nos dois pontos de bloqueio. Em São Borja, no km 676 da BR-285, junto à Ponte Internacional da Integração, o bloqueio total por cerca de 50 manifestantes foi iniciado às 7h30.

Em Porto Alegre, no km 98 da BR- 290, no vão móvel da ponte sobre o Rio Guaíba, cerca de 70 manifestantes interditaram a pista até as 10h, segundo a PRF. Em Eldorado do Sul, no km 111 da BR-290, integrantes do MST liberaram as cancelas do pedágio da Concepa – concessionária de rodovias no Rio Grande do Sul - para todos os veículos.

Diversas estradas pelo país tiveram trechos bloqueados por manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e de sindicatos na manhã desta quinta-feira, Dia Nacional de Luta. Até o início da tarde, foram registradas interdições em vinte e cinco pontos de rodovias federais. O Rio Grande do Sul é o Estado que tem mais bloqueios, com 11 interrupções, e a BR-116, onde ocorreu o atropelamento esta manhã, é a rodovia mais afetada até este momento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.