Polícia prendeu 18 durante protesto em Porto Alegre

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Dos detidos, três têm antecedentes criminais e oito são menores

Agência Estado

A Brigada Militar deteve 18 pessoas durante as depredações da noite de quinta-feira (27), em Porto Alegre. O balanço foi divulgado na tarde desta sexta-feira pela Secretaria da Segurança Pública.

Entre os 18, três têm antecedentes criminais e oito são menores, que foram entregues às suas famílias. Nas últimas três manifestações, foram registradas 106 detenções na capital gaúcha. Ninguém permanece preso, mas pelo menos 15 suspeitos serão indiciados por agressões, depredações, furto e roubo.

Ao mesmo tempo em que o levantamento era divulgado, a cúpula da Brigada Militar aconselhou moradores da capital gaúcha a não entrar em conflito com os depredadores que saem do meio das manifestações para quebrar placas de trânsito e atacar automóveis, lojas e agências bancárias.

"Não se organizem desse jeito", recomendou o chefe do Estado Maior da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas, advertindo que a tarefa de controlar os distúrbios é da corporação.

Na noite da última quinta-feira alguns moradores da Rua João Alfredo, no bairro Cidade Baixa, armados de tacos de beisebol, montaram barreiras de proteção para o caso de os depredadores se aproximarem de alguns estabelecimentos comerciais.

Leia tudo sobre: protestosporto alegre

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas