Incidente acontece três meses e meio depois da tragédia na boate Kiss, em Santa Maria, no interior do Rio Grande do Sul, que matou 241 pessoas e deixou centenas de feridos

Agência Brasil

Como a boate estava praticamente vazia, segundo os bombeiros, não houve vítimas
Diogo Sallaberry/Futura Press
Como a boate estava praticamente vazia, segundo os bombeiros, não houve vítimas

Especialistas do Instituto Geral de Perícia (IGP) do Rio Grande do Sul fizeram na manhã deste domingo (5) análises e exames na área central de Porto Alegre, capital gaúcha, onde na noite de sábado (4) um incêndio atingiu a boate Cabaret. O fogo teve início por volta das 20h30 e foi controlado às 22h30.

Leia também:
Vídeos mostram o momento em que começou o incêndio na boate Kiss
Justiça nega liberdade a músico que é réu por incêndio na boate Kiss

Como a boate estava praticamente vazia, segundo os bombeiros, não houve vítimas. Um militar passou mal após inalar a fumaça e um bombeiro teve queimaduras leves. De acordo com informações preliminares, os prédios e as casas ao redor da boate não foram atingidos.

A área foi isolada para a ação dos peritos. A Polícia Civil deve abrir inquérito para investigar as causas do incêndio. Os motivos do incêndio não foram esclarecidos. Na página da boate no Facebook, havia comentários sobre os danos causados pelo incêndio e pedidos de informações sobre os prejuízos. Os ingressos para a entrada na boate Cabaret variam de R$ 30 a R$ 50.

O incêndio na boate ocorreu três meses e meio depois da tragédia na boate Kiss , em Santa Maria, no interior do Rio Grande do Sul. Em 27 de janeiro, um incêndio na Kiss matou 241 pessoas e deixou centenas de feridos. Após o incêndio em Santa Maria, autoridades de várias cidades aumentaram o rigor na vistoria a boates.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.