Polícia Civil do Rio Grande do Sul divulgou vídeos durante a apresentação do inquérito que indiciou criminalmente 16 pessoas pelo incêndio ocorrido em 27 de janeiro, em Santa Maria

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul divulgou nesta sexta-feira (22), durante a apresentação do inquérito que indiciou criminalmente 16 pessoas pela tragédia na boate Kiss , dois vídeos feitos por frequentadores da casa noturna que filmaram o início do incêndio da madrugada do dia 27 de janeiro.

O inquérito: Polícia do RS indicia criminalmente 16 pessoas por tragédia na boate Kiss
Mortes: Laudos confirmam que todas as mortes na Kiss ocorreram pela inalação da fumaça
Defesa: Advogados  de sócios da Kiss classificam inquérito como 'covardia institucional'
Polícia divulga imagens feitas dentro da boate Kiss após incêndio. Veja o vídeo

O primeiro vídeo mostra imagens de como o revestimento do teto da boate pegou fogo após o músico da banda Gurizada Fandangueira usar um sinalizador durante sua apresentação. Veja abaixo:

Veja o especial sobre a tragédia em Santa Maria

No segundo vídeo, que teve seu audio suprimido - segundo a polícia para não exibir o sofrimento das pessoas - é possível ver que em aproximadamente 40 segundos após o início do fogo, marcado pelo momento em que uma jovem é filmada dizendo que o fogo começou, a boate já está toda tomada pela fumaça. Veja abaixo:

Os 16 indiciados criminalmente fazem parte do inquérito que aponta que 28 pessoas tiveram responsabilidade na tragédia . Deste total, nove pessoas foram indiciadas apenas por improbidade administrativa. Além disso, o texto aponta culpa de nove bombeiros, mas estes casos serão encaminhados para a Justiça Militar.

As vítimas de Santa Maria:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.