Técnicos ouvidos pelo iG dizem que material pirotécnico tido como causa de incêndio pode ser apropriado apenas para ambientes externos

O efeito pirotécnico que pode ter causado o incêndio que deixou mais de 230 mortos na boate Kiss, em Santa Maria (RS), no domingo (27), pode não ter sido o adequado para ambientes internos. Quem diz isso são dois especialistas ouvidos pelo iG .

Vítimas: Veja a lista de corpos identificados

De acordo com Mauro Arthur de Freitas, profissional da área de shows pirotécnicos há 15 anos, o material utilizado normalmente na pirotecnia interna (ou indoor) jamais faria aquilo. "O indoor não faz parte dos fogos de artifício. São fogos frios, sem o uso de pólvora, detonados com máquina, não com fogo".

"Em boate não usamos muito esses efeitos, pois podem causar até pânico no público ou na banda. Utilizamos mais em casamentos, festas de debutantes e shows grandes. E nesses casos mandamos um técnico que calcula essas distâncias. Ele é feito para soltar em ambiente fechado, não confinado".

Relato: “Vi pessoas se escondendo dentro de freezers”, diz sobrevivente

Leonardo Gatti, diretor da Associação Brasileira de Pirotecnia (ASSOBRAPI), também acredita que o produto responsável pelo incêndio é de uso externo. "Quem vai atestar isso é a perícia. Mas é incomum ver esse tipo de acidente".

Ele confirma que o material utilizado em shows de pirotecnia indoor se diferencia dos fogos de artifício projetados para ambientes externos. "São dois segmentos diferentes. Existem produtos outdoor e indoor. O indoor, quando entra em combustão, tem maior perda de oxigênio, baixo teor de fumaça e queima muito pouco. São produtos atóxicos".

Para os eventos externos, com fogos de artifício, é preciso contratar um "blaster pirotécnico", profissional treinado para manipular esse tipo de produto. Além disso, são necessários alvarás do Corpo de Bombeiros para cada espetáculo.

Leia também: Banda que tocava em tragédia de Santa Maria é famosa por pirotecnia

"Se eu for fazer um show no Credicard Hall, por exemplo, eu tenho que tirar um Alto de Vistoria do Corpo de Bombeiros só para essa apresentação. Em São Paulo, o alvará da casa proíbe que isso seja feito sem essa autorização, somada a uma brigada de incêndio e equipamento de combate ao fogo. Tem regulamentação. São produtos profissionais, não é para amadores”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.